Quarta-feira
22 de Setembro de 2021 - 
ADVOCACIA CÍVEL, TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA,

Controle de Processos

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Passo Fundo, RS

Máx
20ºC
Min
6ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Passo Fun...

Máx
20ºC
Min
11ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Passo Fund...

Máx
24ºC
Min
14ºC
Chuva

Endereço

Rua Morom , 2584 , 03
Boqueirão
CEP: 99010-035
Passo Fundo / RS
+55 (54) 3311-7872

Últimas notícias

Comissão Permanente de Gestão da Memória irá cuidar da história do Judiciário gaúcho

A história de preservação da memória e do patrimônio do Poder Judiciário ganha um novo capítulo. O trabalho, realizado pelo Memorial do Judiciário há 23 anos, passa a ter ainda mais relevância. Por meio do Ato nº 044/2021-P, o Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Voltaire de Lima Moraes, estabeleceu o Plano de Gestão da Memória do PJRS e instituiu a Comissão Permanente de Gestão da Memória – CPGM/RS. O Diretor do Memorial, Desembargador aposentado José Carlos Teixeira Giorgis, define o que representa cuidar do passado: “Documento judicial não representa apenas um meio de prova, mas um testemunho histórico importante, através de que se desvelam personagens e suas circunstâncias, eventos históricos, costumes da época, genealogias, ora em sua forma impressa original e logo também de através de digitalização”. Os acervos documentais do Poder Judiciário constituem o patrimônio cultural e histórico do Estado e vêm sendo preservados por uma equipe técnica e especializada que trabalha no Memorial do Judiciário. O Ato da Presidência do TJRS atende à necessidade de dar continuidade, infraestrutura e suporte para a realização de um conjunto de ações e práticas de preservação, valorização e pulgação da história contida nos documentos, processos, arquivos, bibliotecas, museu, personalidades, objetos e imóveis do PJRS. “A intenção é que sejam uniformizadas todas as ações de preservação, valorização e pulgação da memória do Poder Judiciário. Por isso, a nossa proposta foi que a Comissão fosse instituída pelos responsáveis por guarda e cadastro de acervos”, explica a Assistente Técnica do Memorial do Judiciário, Carine Trindade. Segundo ela, os trabalhos da Comissão serão pautados por manuais de gestão documental e da memória publicados pelo Conselho Nacional de Justiça. A Comissão será composta por representantes do Memorial, do Arquivo, da Biblioteca, do Departamento de Magistrados e também contará com a participação de servidores do Ecojus, da Corregedoria-Geral da Justiça e da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça. Com o objetivo de difundir o maior número de informações para a sociedade, o Memorial, localizado no andar térreo do Palácio da Justiça, reúne e expõe o acervo histórico do Tribunal de Justiça e promove atividades informativas, educativas e de interesse social. Conheça um pouco mais desse trabalho no seguinte link: https://www.tjrs.jus.br/novo/institucional/o-tjrs/historia/memorial-do-judiciario/
10/09/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  67672